terça-feira, 31 de maio de 2011

QUANDO O AMOR SE FAZ



imagem google

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

QUANDO O AMOR SE FAZ

Sentir seu coração batendo junto ao meu!
Dois, num mesmo compasso, até que se tornem "Um",
numa cadência ritmada...
E somos neste momento apenas UM, não sei onde eu termino e onde voce começa...
Nos diluímos um no outro... a entrega é total.
Atingimos um outro céu, onde apenas os amantes verdadeiros conseguem adentrar.
Pois o passaporte é a doação total.
Não existem mentes, apenas sementes lançadas ao Infinito,onde constelações de Amor puro cintilam.
A calma é total.
Nos unimos num mesmo verso, somos o Universo.

Kira, Penha Gonçales

domingo, 29 de maio de 2011

SAUDADES


SAUDADES

Sinto a brisa gelada a cortar-me as lágrimas teimosas...
Quentes, insistem em cair no meu rosto,
não se importando em deixar meus lábios salgados.
Morrem nos meus lábios, onde o sorriso se foi há muito tempo.
E engulo o fel, num soluço que aperta o coração e contrai a alma... que desesperada entoa esta triste melodia, transformada em palavras, traduzidas em versos...
Que saudades de você!

Kira, Penha Gonçales

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

SÓ DE VOCE


imagem google

SÓ DE VOCE

Venha e me abrace!
Com todo o carinho que há no seu coração.
Com todo o anseio do seu corpo...
Preciso sentir as batidas do seu coração junto ao meu.
Sentir o perfume de sua pele, que ainda está vivo em minha memória.
A suavidade do seu beijo, encaixe perfeito...
E no aconchego do seu abraço, desembaraçar-me os pensamentos e permitir que a tristeza se dissolva para que eu possa continuar a viver, sabendo que sou só de você...


Kira, Penha Gonçales


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

terça-feira, 10 de maio de 2011



Penha...

"Pois é: "Apesar de voce, amanhã há de ser outro dia!" (Chico Buarque)

COMO EXPLICAR?




imagem google


Pois é...
Como explicar um sentimento que toma conta da Alma?
Como dizer ao coração o que deve ou não sentir?
Impossível... como é impossível apagar o brilho de uma estrela, que está no céu há tanto tempo e ao mesmo tempo não mais está lá.
Como explicar?

Kira, Penha Gonçales



Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

APENAS UMA HISTÓRINHA INFANTIL


IMAGEM GOOGLE

APENAS UMA HISTÓRINHA INFANTIL

A pequena estrela chegou naquele céu tão diferente...
No início, estranhou, mas logo, outra estrela fez seus raios ficarem mais intensos.
Para tal estrela, mesmo com muitos anos Luz, aquilo era novidade...
E seguia seus dias feliz!
A outra estrela; forte, de uma coloração diferente da dela, que era brilhante, mas muito branquinha, tornou-se muito importante na sua vida.
Então... esta outra estrela, de coloração diferente e linda, despertou a atenção de outras estrelas, não tão pálida como esta estrelinha, embora brilhante... e a outra estrela, sentiu-se “o máximo!” e começou a menosprezar a estrela.
Ela chorou muito! Magoou-se demais!
E a cada momento que passava, esta outra estrela a magoava cada vez mais...
A pequena estrela foi perdendo o seu brilho, tão grande era a sua tristeza... pois esta outra estrela era o sol na sua vida.
Não sabia mais a quem no Universo perguntar o “por quê” de ser tão magoada por esta estrela forte e colorida...
Então uma voz ecoou no cosmo, se fez ouvir por todas as galáxias e disse: não chore, pequenina estrela, pequenina no tamanho, imensa na intensidade de Luz de Amor verdadeiro... A outra estrela é apenas uma criança e não sabe que a mágoa que semeia à ela retornará... Continue sua trilha, deixe as poeiras insignificantes para trás!
Uma estrela que não entende o amor é apenas um corpo celeste, que um dia apagará, como outras... e ficará, apenas o brilho daquela que soube e sabe verdadeiramente, amar.

Kira, Penha Gonçales


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.