domingo, 20 de março de 2011

SER POETA


imagem google

SER POETA

Ser poeta é ser pateta
Muitas vezes atleta
Juntando letras
Formando palavras
Levando sonhos aos que lêem
Fazendo sonhar aos que não crêem...

O poeta, às vezes, é incompreendido
Diz-se dele: “é um corrompido!”
Um folgazão!
Pois vive morrendo de paixão...
E com suas palavras
Arrasa corações...

O poeta não anda
Levita!
Por isto não se evita
De ficar com a cabeça
Sempre nas nuvens a sonhar
E o peito sempre a amar...

Poeta é criança sapeca!
Ri, chora, joga peteca
Fica horas observando uma flor
E está sempre cantarolando o Amor...
E apaixonado pela Lua
Tem a Alma sempre nua...


Kira, Penha Gonçales


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Um comentário: