quarta-feira, 18 de agosto de 2010

INQUIETUDE DA ALMA


imagem google


INQUIETUDE DA ALMA


Oh! Desespero que assola a alma...
Assombra a razão.
Deixa-nos sem chão...
Por que deve ser assim?
Por quê?
Tantos "por ques"... mas nenhuma resposta.
Tão fácil seria se não tivessemos comido do fruto
da Árvore do "bem e do mal"!
Tão simples seria, viver no paraíso.
O que fazer com esta tristeza?
Ela ofusca toda a beleza... e não temos razão para viver.
Que o castigo não venha, frente talvez, a tamanha ingratidão...
Por deixar-nos muitas vêzes cegarmo-nos pela tristeza, ficarmos tristes perante tanta beleza que há no Universo.
Permitir que lágrimas escorram e embacem nossos olhos, quando há tantas estrelas para se olhar...
Será isto mesmo a vida?
A alma inquieta se rebela e quer ir para longe...

Kira, Penha Gonçales

Nenhum comentário:

Postar um comentário