segunda-feira, 21 de junho de 2010

OLHOS AZUIS



imagem google


OLHOS AZUIS


Seus olhos...
Onde anda você?
O que fazes?
Teu rosto não sai da minha memória.
Não entendo o “por quê” de tanta intensidade...
Há tanto você se foi.
O que fazer com este sentimento?
Não traz tormento, mas lamento...
Pelo tempo não vivido.
Por um amor que foi tolhido.
Seus olhos...
De um azul tão intenso!
Me transmitiu uma paz tão imensa...
Onde anda você agora?
Por que esta felicidade tanto se demora?
Seus olhos nunca sairam do fundo dos meus...


Kira, Penha Gonçales



Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Nenhum comentário:

Postar um comentário